Acusado de integrar milícia, anão morre em confronto com a polícia

Plantão Policial


Um dos mortos, Rodrigo Ferreira Sobrinho, conhecido como DG ou Anão, era portador de nanismo
Por Extra em 27 de Fevereiro, 2018 as 08h00.
Rodrigo Ferreira Sobrinho, conhecido como DG ou Anão, morreu em confronto com a polícia Foto: Divulgação
Uma operação integrada realizada na tarde desta segunda-feira, em Campinho, na Zona Norte do Rio, resultou na morte de dois suspeitos de fazerem parte de um grupo paramilitar que atua na região. Um dos mortos, Rodrigo Ferreira Sobrinho, conhecido como DG ou Anão, era portador de nanismo. O outro foi identificado pela polícia como Marcos José Nascimento da Silva, o Marquinho Federal.
A ação foi capitaneada pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco/IE), com apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Além disso, a Subsecretaria de Inteligência da Secretaria estadual de Segurança (Seseg) e a Polícia Judiciária da Força Nacional (PJFN) também participaram da operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *