Ministro do STJ, Herman Benjamin, envia ação penal contra Beto Richa à Justiça Federal do Paraná

Denúncia Justiça

Gazeta do Povo via Catarina Scortecci
O ministro Herman Benjamin, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), decidiu nesta quinta-feira (12) encaminhar para a primeira instância da Justiça Federal do Paraná uma ação penal que tramitava na Corte em Brasília contra o ex-governador Beto Richa (PSDB). O objeto do processo remonta ao período no qual o tucano ainda era prefeito de Curitiba.
Ele teria empregado recursos do Fundo Nacional de Saúde em desacordo com os planos originais, que eram as reformas de três unidades municipais de Saúde. A íntegra da decisão será publicada no próximo dia 16, mas a transferência tem relação com o fato de o tucano ter saído do Palácio Iguaçu.
A transferência do processo para a primeira instância do Judiciário ocorre porque Beto Richa renunciou ao cargo de governador do Paraná, no último dia 6, perdendo o foro especial por prerrogativa de função. O tucano é pré-candidato ao Senado nas urnas de outubro e, para participar da disputa, ele é obrigado a deixar o cargo no Executivo a seis meses do pleito.
Beto Richa também é alvo de outros processos no STJ, que também estão prestes a voltar ao Paraná. A ação penal remetida por Benjamin é resultado de uma denúncia feita pelo MPF no Paraná em 2009. Agora, o processo volta à Justiça Federal em Curitiba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *