VEJA AQUI A LISTA DOS 20 FRIGORÍFICOS BARRADOS NAS EXPORTAÇÕES DE FRANGO PARA A EUROPA [INCLUSIVE O DE CIANORTE]

Agronegócio


Veja abaixo a lista das unidades proibidas de exportar para a UE:
BRF S.A.
A empresa teve 12 frigoríficos afetados. São eles:
Ponta Grossa (Paraná)
Concórdia (Santa Catarina)
Dourados (Mato Grosso do Sul)
Serafina Correa (Rio Grande do Sul)
Chapecó (Santa Catarina)
Capinzal (Santa Catarina)
Rio Verde (Goiás)
Marau (Rio Grande do Sul)
Toledo (Paraná)
Várzea Grande (Mato Grosso)
Francisco Beltrão (Paraná) – unidade da SHB, subsidiária da BRF.
Nova Matum (Mato Grosso) – unidade da SHB.
Copacol – Cooperativa Agroindustrial Consolata
Unidade de Cafelândia (Paraná)
Copagril – Cooperativa Agroindustrial
Marechal Cândido Rondon (Paraná)
Zanchetta Alimentos Ltda
Boituva (São Paulo)
Sao Salvador Alimentos S/A
Itaberaí (Goiás)
Bello Alimentos Ltda
Itaquirai (Mato Grosso do Sul)
Coopavel – Cooperativa Agroindustrial
Cascavel (Paraná)
Avenorte Avicola Cianorte Ltda
Cianorte (Paraná)
LAR Cooperativa Agroindustrial
Matelândia (Paraná)
O que dizem as empresas
BRF
O G1 procurou a BRF e aguarda posicionamento.
Zanchetta
Segundo a direção do frigorífico Zanchetta Alimentos, ele deixou de exportar para a União Europeia desde maio do ano passado após a operação Carne Fraca, em 2017. Questionada sobre corte de funcionários ou férias coletivas, a direção afirmou que não estão previstos cortes no quadro de funcionários. A empresa disse que uma nota oficial será encaminhada quando o frigorífico for notificado oficialmente sobre a decisão da UE.
* Com G1 PR e G1 Itapetininga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *