Arte Real, Família

Adolescente com paralisia cerebral faz campanha para poder fazer tratamento fora do Brasil – Lucas Hulk, de 14 anos, sonha em poder andar

Com paralisia cerebral desde os primeiros momentos de vida, o adolescente Lucas Hulk, de 14 anos, sonha em poder andar. Mais do que isso, sonha em ser piloto de motocross, modalidade pela qual se apaixonou com a influência do pai. É a partir desde sonho que familiares e amigos começaram a arrecadar fundos com um objetivo: levar Lucas para a Tailândia, onde um tratamento médico com células-tronco é uma esperança para o desenvolvimento neurológico.

PUBLICIDADE

Em entrevista à Banda B, a mãe Lúcia Huk contou que a maior parte da arrecadação tem acontecido por eventos, uma vez os depósitos pela internet ainda estão sendo bastante baixos. “A gente arrecadou até agora cerca de 30% dos R$ 150 mil necessários. O Lucas chegou a andar com o apoio, mas teve uma luxação que o fez voltar andar em cadeira de rodas”, explicou.

O tratamento com células-tronco, segundo a família, seria bastante positivo em toda a parte afetada pela paralisia, como coordenação, visão e movimentação. “A nossa esperança está nesse tratamento, todo o resto é demorado e não se tem muito resultado. São células que possibilitariam várias partes afetadas pela paralisia”, explicou.

No portal Vakinha, a arrecadação já existe desde abril, mas apenas R$ 1,7 mil foi obtido. Diante disso, Lucas passou a contar com o apoio da Federação Paranaense de Motociclismo em busca deste objetivo.

Segundo o presidente da entidade, Gilberto Rosa, Lucas se tornou uma figurinha carimbada nos eventos e jantares e rifas já foram feitos com a intenção de ajudar. “Não atingimos a meta até novembro e foi transferido para fevereiro, data que ele deve ir para a Tailândia. Infelizmente o montante é grande quando arrecadamos de pouquinho assim. Eventos que seriam gratuitos passaram a ter uma pequena cobrança e o Lucas é hoje o mascote do motociclismo”, disse.

Quem quiser e poder ajudar o Lucas, basta entrar nas páginas em redes sociais ou no Facebook ou no Vakinha. A hashtag da campanha é #ajudeoLucasaandar.

Fonte; BANDA B