Cultura, Opinião

PARREIRAS RODRIGUES -SE NÃO POSSO SAUDAR A REPÚBLICA NO SEU 15 DE NOVEMBRO, VOU SAUDAR SEU FILHO ILUSTRE, SURRADO DA DITADURA, POETA, JORNALISTA E ESCRITOR, O BRASILEIRO DE SANTA IZABEL DO IVAÍ, FILHO DE NENÊ E MESTRE CEARÁ!!!

Dono de tesouros de valor incalculável, como seu eterno amor por Eliza, a linda Eliza de 44 anos de ombro com ombro
Força, foco e FÉ, na Santa de Fátima, de sorriso cativante e seu peito que aquece, para sempre seu afeto por Alessandra, nossa Doutora, e a Linda Ana, que faz de seu futuro o amor por restaurar os dias de nossa História
e do ‘noro’ Gabriel, bom moço.
Um casal de netos que hoje creio estarem moçinhos, um Moço e uma bela Moça e a Obra que habita a cabeceira donde repouso; O LIVRO “2 DE JULHO, que o escritor é meu amigo do coração, o Jornalista e Poeta Verde, Parreiras!Parreiras de Seu Ceará, Parreiras de Dona Nenê(atualmente Dona Nenê faz arroz com feijão e ovos caipiras fritinhos,para DEUS, lá no Paraíso dos Sete céus, sob os amorosos resmungos de Seo Mané)

((Os passarinhos enfeitam os jardins e as florestas
São iguais às melodias, vivem n’alma dos poetas
Qualquer tipo de canção, sertaneja ou popular
Serve de inspiração, como tema ou pra rimar))

2 de Julho é livro, ops, Livro que fala por si
Ensina pelos Escritos, pelas linhas elaboradas
[e por entrelinhas de quem conheceu os porões da ditadura militar, mas do lado oposto ao carcereiro]
2 de Julho conta Contos, Poemas, Crônicas e Projetos
conta sonhos de quem a vida toda só Escreveu por amor
Amor à Pátria, amor a MaBelle, Eliza, sonho bom dos sonhos dele

((O construtor da floresta, faz seu prédio na paineira
E o maestro sabiá, faz seu show na laranjeira
Na copada de um pinheiro, canta alegre o bem-te-vi
À tarde na capoeira, canta triste a juriti))

No Livro, página 59,PROCISSÃO
Ano de 54, setembro
Quando Parreiras fala do Goleiro e honrado Sapateiro
Nelsinho Trovo e de Mário Kumata e de tantos outros conterrâneos
e a Voz Cacique de Sanza, do espanhol João Álvares, tinha um menino
que rezava a Ave-Maria, na Hora do ângelus , pediu que quem fosse à procissão que levasse uma vela e água para aguar o Cruzeiro,e começou ela com 50 moleques,e o povo se ajuntou a Ela no caminho, e soltaram fogos
Nas ladainhas e rezas, um Congregado Mariano e uma devota Filha de Maria-eles puxavam também o Terço de Nosso Senhor Jesus Cristo…

((Quando ouço um disparo de espingarda, tenho dó
Por saber que na palhada, está morrendo um chororó
Quando o gavião malvado, vem chegando de mansinho
Atacando sem piedade, deixa viúvo o canarinho))
Continua no Conto, o filho de Santa Izabel do Ivaí, Parreirinhas,
que quando a Procissão chegou no Cruzeiro[ali a donde é a chácara, hoje, dos Panizzi,
foram tantos os foguetes clamando CHUVA e tantos litros de água banhando o Cruzeiro,
que DEUS escutou, acionou São Pedro e fez uma miniatura do Dilúvio cair sobre Sanza e seus rezadores!

FOI TANTA ÁGUA QUE NÃO TEM QUEM NÃO CHEGASSE, NAQUELE DIA, ENCHARCADO DE CHUVA EM CASA!

((No pomar as lindas asas, nas mais variadas cores
Num constante vai-e-vem, dos pequenos beija-flores
No moinho o tico-tico, enche o papo de fubá
E a pombinha mensageira, foi pra nunca mais voltar))

Parreiras Rodrigues é cabra daqueles que sabe há que veio
Soube ensinar as culturas que libertariam os colonos de serem em nossas paragens, mão de obra barata,
para serem donos de si, e de suas pequenas glebas, com côco e abacaxi!

Parreiras Rodrigues é de Santa Izabel, é nosso irmão, é bom Exemplo, é de Dona Eliza e um breve história de amor com 44 capítulos, cada um com um ano de narrativas, lutas, sabores, dissabores e côres, muitas côres…

Conto procês….puxem as banquetas e me escutem….Acaso sabem vocês Leitoras e Leitores, de onde foi parar aquele pedaço do Sagrado Arco-Íris de que DEUS deu a Noé como sinal da Eterna Aliança com os Humanos???
Aquele pedaçinho do Arco-íris que nós nunca enxergamos, mora dentro dos corações de Dona Eliza e Parreiras…e eu pude ver…dia 10 de Janeiro do ano do Senhor de 2015,algumas horinhas antes de embarcar para o FUTURO!!!!

“OBRIGADO PROFESSOR PARREIRAS RODRIGUES POR SUA TERNA BRASILEIRICE…POR SEU AMOR À PÁTRIA E À TODA A GENTE DE NÓS”

Entre dois (( parenteses, eu usei a letra da canção ‘OBRAS DE POETA’ de Chico Lau/Vitau, para sonorizar em verso e prosa, a honra de ser filho postiço de um Grande Brasileiro!

Gabriel Gagá Esperidião Netto, na madrugada de 15 de Novembro de 2017!

2 thoughts on “PARREIRAS RODRIGUES -SE NÃO POSSO SAUDAR A REPÚBLICA NO SEU 15 DE NOVEMBRO, VOU SAUDAR SEU FILHO ILUSTRE, SURRADO DA DITADURA, POETA, JORNALISTA E ESCRITOR, O BRASILEIRO DE SANTA IZABEL DO IVAÍ, FILHO DE NENÊ E MESTRE CEARÁ!!!

  1. Belíssimo texto. Para quem conhece Parreiras, como eu, e conviveu com ele os anos dourados de 1963, antes da Revolução, sabe que este comentário é uma cópia fiel de quem é Parreiras Rodrigues. Parabéns!

    1. De minha parte agradeço imensamente e coloco nosso blogue à sua disposição. Meu velho pai já se foi, mas tenho o Parreiras como “pai postiço”, rsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *