Saúde

*P.A.M. – Quando atender com atenção faz ”toda a diferença” [Editorial]

DENÚNCIA; BOM ATENDIMENTO – DONDE?- Nosso chamado ”P.A.”
Chorão da hora; EU. O Brontossauro do blog.

Não é tarefa facil para quem como eu, procura trabalhar com responsabilidade mAs sem medos ou que sejam poucos os t[r]emores.
MAS CREIO SER OBRIGAÇÃO DE TODOS NÓS ENVOLVIDOS JURIDICAMENTE COM A RESPONSABILIDADE DE NOTICIAR; DIZER OU FAZER SABER DE QUEM É MUITO CRITICADO, QUANDO PRODUZ EFICÁCIA POR BOM ATENDIMENTO, E HOJE, MAIS UMA VEZ TESTIFICO, POR TER SIDO LÁ ATENDIDO, BEM ATENDIDO.

Nos grandes centros, os chamados PRONTO-SOCORRO, possuem na entrada a chamada PLACA DAS RESPONSABILIDADES.
UMA DAS LINHAS DIZ; ”NOSSA OBRIGAÇÃO É TENTAR ALIVIAR SEU SOFRIMENTO/DOR ”E” DE FORMA RÁPIDA. VAMOS NOS ESFORÇAR PARA MANTÊ-LO BEM, E VIVO”

Eu não tive de esperar nenhum tempo maior que dois minutos e fui chamado, fui atendido para aplicação de medicação injetável de emergência e quem me atendeu, Srta Eduarda teve a bondade de adicionar sedação para eu aguentar a reação do organismo meu, já baqueado.

FICA TALVEZ [E É MINHA INTENÇÃO] O BOM EXEMPLO QUE O PRONTO ATENDIMENTO MUNICIPAL -P.A.M., DÁ, QUANDO NÓS USUÁRIOS TENTAMOS FAZER NOSSA PARTE. E QUE ESTE EXEMPLO SEJA COPIADO POR GRANDE PARTE DO SERVIÇO PÚBLICO QUE É RECONHECIDO POR NÃO ATENDER BEM, OU ATENDER POR Q.I.*[Quem Indica]

Gabriel Esperidião Netto