Policia

Garota de programa planejou roubo que levou à morte de motorista de Uber – Terceiro suspeito do crime foi preso nesta quarta-feira

Por Redação em 02 de Maio, 2018 as 17h33.
Portal Banda B

Ricardo Habitzreuter foi encontrado morto na Represa do Passaúna

Um terceiro envolvido na morte do motorista Ricardo Habitzreuter, que atuava no aplicativo Uber, foi preso no começo da tarde desta quarta-feira (2), em Guaratuba, no Litoral do Estado. De acordo com a Polícia Civil, o jovem de 21 anos é suspeito de ser o responsável pela execução e também pela direção do automóvel no dia seguinte, data do grave acidente que matou Vandré Evandro Ferreira na Linha Verde, em Curitiba.

Entre sexta-feira (27) e sábado (28), duas mulheres já haviam sido presas pelo crime. O delegado João Marcelo Renk Chagas confirmou que uma mentira da vítima pode ter motivado o crime. “A vítima falava muito que tinha dinheiro e se gabava por isso. Uma das presas é garota de programa e teria planejado o roubo, mas como os dois rapazes não conseguiram sacar nada, disseram na volta que haviam se livrado do Ricardo”, explicou.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu de forma premeditada na noite de segunda-feira (23). Na ocasião, a mulher de 30 anos e sua amiga, a mulher de 28, teriam convidado Habitzreuter para ir até a casa em que moravam, no bairro Tatuquara. Pouco tempo depois chegaram os outros dois envolvidos, os jovens de 21 e 18 anos, em posse de uma arma de fogo, e renderam o motorista em um dos quartos da casa. “Foi uma simulação de assalto, justamente para levar esse dinheiro”, disse Chagas.

Em seguida, a dupla amarrou a vítima e colocou no porta-malas de seu próprio veículo, que utilizava para trabalhar, mas no momento não estava em serviço. O delegado acredita que os homens saíram com Habitzreuter com intenção de ir até o banco para sacar o suposto dinheiro, porém ao que tudo indica a vítima não tinha a quantia que dizia ter.

A outra pessoa suspeita de envolvimento no crime, um rapaz de 18 anos, está foragido até o momento.

Os suspeitos, então, ficaram com o veículo de Habitzreuter. O qual se envolveu acidente na Linha Verde, no bairro Pinheirinho, que atingiu um Ford Ka, conduzido por Vandré Evandro Ferreira, 38 anos, que foi vítima fatal do ocorrido, horas após o corpo de Habitzreuter ter sido encontrado.

O crime

O corpo do motorista do Uber Ricardo Gonçalves Habitzreuter, 27 anos, foi encontrado na Represa do Passaúna, em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, no dia 24 de abril. Ele estava desaparecido desde segunda-feira (23) e o carro, um Renault Logan, se envolveu em um acidente, deixando uma pessoa morta na noite anterior. Cinco suspeitos fugiram a pé.

O jovem trabalhava como Uber há cerca de oito meses e alugava o carro para fazer as corridas. Ele foi encontrado com os pés e mãos amarrados por moradores da região.

Horas depois, o carro do Uber provocou um grave acidente na BR -476, no bairro Pinheirinho, na Linha Verde. Ele trafegava sentido Curitiba, cruzou o canteiro central e atingiu um Ford Ka, conduzido por Vandré Evandro Ferreira, 38 anos, que morreu na hora. Outro carro também foi atingido, mas o motorista saiu ileso.

Mesmo com o carro roubado do Uber, os cinco suspeitos – um homem e quatro mulheres – conseguiram sair e fugir do local.