Cidadania, Coluna do Arcebispo Anglicano do Crato, Opinião

Desinteligência entre poderes Executivo e Legislativo em Paranavaí é “Batalha de Pirro” – entrevista com Agamenon Arruda de Souza

Reporto ao Senhor e Senhora, leitores do nosso espaço virtual, da entrevista que me foi concedida pelo ex-secretário de Saúde Pública Municipal – gestão Rogério J. Lorenzetti e político atuante em Paranavaí, Agamenon Arruda de Souza;

1) Agamenon, qual sua visão desta guerra entre Poderes em nossa cidade?

Vejo com tristeza, mas conheço a derrotada, que, há continuar nesse ritmo é PARANAVAÍ.
é a tal batalha de Pirro, sem vencido, mas sem vencedores e bem pobre de conteúdo para ser aplicado logo após.
As agressões desgastam tanto ao poder Executivo quanto ao Poder Legislativo que é a voz do povo do município.
Existem, além do Face, vida inteligente e uma CIDADE PARA SER BEM CUIDADA.
É preciso desarmar de rancor, de falta de paciência. é preciso ouvir…escutar, justo numa situação cujo princípio não mostra nem crime nem más intenções de lado nenhum.

Mas a intolerância quem gera o delito e em consequência, o crime.

Em época como esta, ante véspera das eleições 2018, a discórdia espanta as boas visitas.. e apoios fazem é desgastar candidatos amparados nos prestígiadores da briga.

Então, uma nova etapa, com diálogo na busca de entendimento por si já é solução.

Agamenon, o que você pode falar da Gestão Beto Richa para o Paraná?

Não posso falar pelo Paraná, mas Paranavaí deve e muito ao seu governo, desde Hospital Noroeste, Unespar e o tão sonhado CURSO DE DIREITO que já nos é realidade e outras tantas conquistas para a população, nem vou esquecer de citar a duplicação da rodovia. Richa não deixou na lanterna a nossa Paranavaí.
E a política-partidária nacional?

Gagá, está provado mais que nunca que quem plantou Lava jato vai colher Sérgio Moro e a realidade bate à porta do Brasil. Se a prisão em 2014, do doleiro Alberto Youssef gerou e gera um sem número de prisões, o que vai acontecer agora, que prenderam e vão prender mais de 50 doleiros?
Então vamos caprichar no nosso dever de casa, para Paranavaí brilhar forte com boa representatividade nos dias que vem no amanhecer de cada um de nós!

ENTREVISTA AO GABRIEL GAGÁ, CONCEDIDA EM 3 DE MAIO DE 2018- 10 horas da manhã. via fone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *