Política

Perdendo a “boquinha” – Crônica da Jornalista Roseli Abrão

O diretor-geral da Secretaria da Fazenda, George Tormin, se surpreendeu com o anúncio feito pelo titular da pasta, José Luiz Bovo, durante a sessão da Assembleia Legislativa convocada para a prestação de contas do Poder Executivo, que o governo Cida Borghetti está extinguindo a Companhia Paranaense de Securitização.

Tanto é assim que logo após o anúncio do secretário, que reagiu a um questionamento do líder da bancada de oposição, deputado Anibelli Neto, Tormin tentou defender sua manutenção, dizendo que existem em outros Estados, com resultados positivos.

Para atentos observadores da cena política, Tormin estava, na verdade, defendendo sua “boquinha”.

Dele, de Rogério Perna, e do ex-secretário da Fazenda, Mauro Ricardo, o trio que idealizou o PRSec.

Afinal, cada um deles “faturava” cerca de R$ 22 mil por mês, mesmo com a companhia inoperante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *