Violência

Policial é baleado e atropelado por assaltantes

Cabo Gulhinski costumava passar pelo local e notou que um carro estava na contramão
Por Elizangela Jubanski e Flávia Barros em 10 de junho, 2018 as 18h33.
Slide anteriorPróximo slide
1/4

Um policial militar foi baleado e atropelado por um um veículo Renault Duster no fim da tarde deste domingo (10), ao lado da Rodoviária, na Avenida Silva Jardim, no Centro de Curitiba. O policial está internado em estado gravíssimo no Hospital Cajuru. Os ocupantes do carro trocaram tiros com a polícia no bairro Cajuru, poucos minutos depois. Eles estavam com um carro roubado e tinham assaltado um posto de combustível no Centro de Curitiba.

Segundo informações oficiais, o policial estava saindo da Rodoviária, a pé, quando viu o veículo Duster entrando em uma rua na contramão. Ele teria tentado abordar os ocupantes e foi baleado. Assim que o policial caiu no chão, o motorista da Duster ainda passou por cima dele, o atropelando. Antes de fugirem, os criminosos levaram a arma do policial.

Testemunhas acionaram o socorro e uma ambulância do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) fez o primeiro atendimento ao policial, que perdeu bastante sangue. O Instituto de Criminalística esteve no local e recolheu estojos de pistola 380 e de ponto 40.

Uma viatura do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) viu o veículo suspeito e em perseguição houve troca de tiros. O pneu da viatura e o parabrísa foram atingidos pelos tiros dados pelos criminosos. A Duster também teve o vidro traseiro estilhaçado. Um helicóptero da PM foi acionado para procurar os criminosos, que entraram em um mato às margens da linha do trem. Um dos bandidos está ferido, mas há informações no local de prisão de suspeitos.

O veículo Reunalt Duster é de uma empresa de São José dos Pinhais e foi roubado no Centro de Colombo por cinco homens armados, que efetuaram disparos de arma de fogo para intimidar o motorista. Depois, o segundo crime ocorreu em um posto de combustível, já no Centro de Curitiba e próximo da Rodoviária. Eles foram violentos e fugiram com grana e produtos da loja de conveniência.

Para a imprensa, a equipe de socorro médico que atendeu ao cabo Gulhinski garantiu que o estado de saúde dele é grave, que foi reanimado durante o trajeto para o hospital e levado diretamente para o centro cirúrgico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *