Deputado Anibellli Neto quer saber o motivo de contratação da empresa particular, para densenv. do novo SIAF

Gestão Pública

Anibelli questiona contratação de empresa de software em detrimento da Celepar
(Curitiba, 23/4/18) – Líder da oposição na Assembleia Legislativa, o deputado Anibelli Neto (MDB) apresentou nesta segunda-feira (23) à Secretaria da Fazenda um requerimento de pedido de informações questionando por que o governo do Estado contratou uma empresa privada para o desenvolvimento do Novo SIAF em detrimento da Celepar (Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná).
Anibelli explicou que a Sefa colocou em operação no dia 2 de janeiro o Novo SIAF, software de execução orçamentária, que foi desenvolvido pela empresa Quanam. Além do governo do Estado, o programa também poderá ser utilizado pelo Poder Judiciário, Ministério Público, Poder Legislativo e Tribunal de Contas.
“Não conseguimos entender por que o governo contratou uma empresa de software privada, que tem que pagar por mês para usar o programa, sendo que existe um órgão da mais alta competência no Estado, que é a Celepar. É preciso valorizar o corpo técnico da Celepar, que é reconhecida justamente pela excelência no desenvolvimento de softwares”, destacou Anibelli.
Além de questionar a decisão, o parlamentar solicitou que a Sefa divulgue as condições do contrato celebrado entre o Poder Executivo e a empresa Quanam, como os prazos e valores envolvidos.
“Também estamos questionando como está ocorrendo a implementação do Novo Siaf, mais especificamente se houve atraso nos pagamentos de fornecedores em razão de problemas na implementação do sistema”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *